• Janeiro Natural

Arroz

Atualizado: Set 13


O arroz é a terceira maior cultura cerealista do mundo, perdendo apenas para o milho e o trigo. A Ásia é responsável por aproximadamente 90% do consumo e da produção de arroz no mundo, seguido pelo Brasil.

Adaptado ao ambiente aquático, seu cultivo é feito em terreno alagado.


Existem muitos tipos de arroz no cardápio da Janeiro Natural; nós usamos três tipos: integral, vermelho e preto. Falarei aqui também sobre os mais consumidos.



Arroz Branco


O arroz branco tem essa ausência de coloração, pois, após a colheita, sua casca é retirada e o grão é polido, ficando completamente branco. Nesse processo, o arroz perde grande parte dos seus nutrientes, o que torna essa variação pouco nutritiva.



Arroz parboilizado


Mesmo com o tom muito próximo ao arroz polido, essa variação é um pouco mais nutritiva. Isso porque o arroz parboilizado é pré-cozido por um processo hidrotérmico, que cozinha o grão com a casca, para que parte dos nutrientes sejam absorvidos pelo interior do grão. Após esse processo, a casca é removida.



Arroz arbóreo


Essa é uma variação italiana, tem grande concentração de amilopectina, que é responsável por aproximadamente 70% da composição do amido. Por isso, é o arroz escolhido para o risoto, já que o amido dá cremosidade ao prato.




Arroz integral


O arroz integral não passa pelo processo de retirada da casca, garantindo maior concentração de nutrientes e fibras. Você pode encontrar o arroz integral na versão agulha, de grão longo e fino, ou na versão cateto, curto e curvado.



Arroz vermelho


Originário da China, o arroz vermelho é um grão integral e riquíssimo de antioxidante antocianina, responsável por sua coloração. É o mesmo antioxidante presente nos vegetais vermelhos ou roxos. Possui também alto teor de fibras, ferro e zinco.



Arroz negro


Originário também da China, o arroz negro era conhecido como arroz proibido, e só podia ser consumido pelo imperador e sua família.

Pouco conhecido no Brasil, mas queridinho de muitos chefs e usado na alta gastronomia, o arroz negro tem sabor marcante e amendoado.

Mas suas vantagens não se limitam ao sabor; ele ganha inclusive do arroz integral. Isso porque possui menos gordura, e mais fibras solúveis, que auxiliam na redução da taxa de colesterol. Se comparado ao arroz branco, tem 30% a mais de fibra e 20% a mais de proteínas.




César Janeiro Groke

Fundador da empresa Janeiro Natural


Contato

Facebook

Instagram



32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo