• Janeiro Natural

Conheça as PANC– Plantas Alimentícias Não Convencionais




Mesmo pouco conhecidas, as PANC’s são alimentos supernutritivos, saborosos e trazem um mundo de texturas, cores e sabores.

O termo PANC foi criado pelo biólogo Valdely Kinupp para se referir às plantas pouco valorizadas e que, muitas vezes, são tratadas como mato, lixo e arrancadas de terrenos baldios, quintais e plantações. Porém, elas têm grande concentração de nutrientes e propriedades muito poderosos. Não são consumidas por falta de costume e/ou de informação.

Por motivos culturais, aprendemos desde cedo a gostar dos vegetais e frutas tradicionais: tomate, pimentão, alface etc. Mas você sabe que temos, em média, 10 mil espécies com potencial alimentício? Essa quantidade significativa traz consigo uma gama muito maior de nutrientes, vitaminas, propriedades funcionais e curativas.

Aos poucos, com a ajuda de chefs reconhecidos, como Alex Atala, que usa uma variedade enorme de PANC’s em seus pratos, as pessoas cada vez mais se interessam por esse tipo de alimento. “Sabendo que determinada planta é comestível, você não a verá mais como mato. A verdade é que tudo foi PANC um dia. A alface, por exemplo, era conhecida como planta medicinal. Só depois de muitos anos que passaram a utilizá-la na salada, como espécie comestível”, afirma Valdely Kinupp.

Aliado a todos esses benefícios, as PANC’s são plantas locais e fortes. Assim, o uso de agrotóxicos é desnecessário, ou seja, você pode ter à mesa um alimento rico, saboroso e orgânico.


Agora vamos conhecer algumas PANC’s



Ora-pro-nóbis -Essa planta é encontrada principalmente nos quintais mineiros e virou uma das principais PANC’s, depois de descoberta a grande concentração de proteína vegetal (25%). Ela pode ser consumida crua, cozida ou refogada.







Dente-de-leão - Ótima fonte de vitamina C, essa planta é de fácil acesso e propagação. Suas folhas podem ser consumidas em saladas ou cozidas.






Major-gomes – Conhecida em quase todo Brasil como erva “daninha”, é rica em cálcio e potássio e pode ser consumida crua ou cozida.










Erva-jabuti – Nasce em ambientes de meia-sombra e úmidos. É fonte de ferro e controla o colesterol e hipertensão. Também pode ser consumida crua ou cozida.






Beldroega – Rica em ômega 3 e tem alto poder antioxidante, mas é considerada uma praga nas hortas. É ótima para sucos verdes e pode ser consumida crua ou cozida.








Feijão-borboleta – Da família do feijão e da ervilha, é ótima para consumo em sucos, saladas e usada até como corante alimentício. É uma planta trepadeira que possui flores e folhas comestíveis. Ótima para memória, febre, infecção na garganta e calvície.



Existem muitos outros tipos de PANC’s e poderíamos passar dias citando todas. Esse é apenas um estímulo para que você pesquise e passe a conhecer e a consumir esses alimentos diferenciados fantásticos para a saúde!



27 visualizações1 comentário

©2018 por Janeiro Natural. Orgulhosamente criado por Ethos Comunicação & Arte com Wix.com