• Janeiro Natural

Vegan Nation e a globalização vegana


Não há duvidas de que o veganismo está crescendo por todos os lados. Estima-se hoje que existam mais de 300 milhões de veganos em todo o mundo, tornando a comunidade próxima, em tamanho, aos Estados Unidos. Em um mundo capitalista, em que 70% da população já declara estar diminuindo ou cortando o consumo de carne, deixar de participar desse mercado significa perder cada dia mais espaço. Não necessariamente todas essas pessoas estão caminhando para o veganismo, mas apenas o fato de tanta gente estar diminuindo o consumo de produtos com origem animal (seja por saúde, crença ou princípios), faz com que as grandes empresas queiram uma fatia desse novo jeito de consumir. O aumento de produtos veganos nos mercados, restaurantes e lojas deixa claro o entendimento das grandes empresas sobre o assunto.



Com o surgimento de novas tecnologias, empresas com o apoio de grandes nomes criam alternativas para o consumo de carne animal; são as novas gerações de carne vegetal. Com sabor e textura muito próximos aos da carne animal, os novos produtos já tomam prateleiras e sessões inteiras de mercados ao redor do mundo. Nessa onda, as gigantes da alimentação estão, aos poucos, seguindo o mesmo caminho.

Todos querem um pedaço desse mercado, que promete crescimento constante nos próximos anos.




Os países onde mais cresce o veganismo são: Espanha, Reino Unido, Suécia, Israel, Índia, Alemanha, Canadá, Estados Unidos e Nova Zelândia.

Em 2013, a cidade indiana Palitana tornou-se a primeira cidade vegetariana do mundo. Lá é proibido matar animais, assim como comercializar carne e ovos.





Diante desse crescente movimento mundial, surge a Vegan Nation. Criada por Isaac Thomas (vegano há dois anos) e sua equipe, a Vegan Nation veio com a proposta ousada de criar um ambiente mundial para os veganos, fornecendo serviços, moeda e ainda uma comunidade (virtual), ”como uma nação faria” explica Issac. Com a vegan coin, moeda digital criada pela plataforma, você pode comprar alimentos, viagens, vestuário, cosméticos e muito mais. Tudo livre de crueldade animal.

Baseado na tecnologia blockchain, uma moeda digital designada e uma plataforma de economia compartilhada, o Vegan Nation nasceu para ser um ambiente autossustentável. Na plataforma (https://vegannation.io), você pode compartilhar receitas, marcar encontros e adquirir diversos produtos e serviços ao comprar a vegan coin (https://vegannation.io/currency/).

Segundo a Vegan Nation, trata-se de "uma plataforma global que une centenas de milhões de veganos e fornece serviços que tornam o estilo de vida vegano mais viável (como um país faria) - fornecendo um ecossistema com sua própria moeda rastreável, mercado, plataforma de conteúdo e muito mais." Ao criar uma conta na plataforma, você ganha o “Vegan Passaporte”, que serve como perfil. Com ele, você pode ver suas pontuações e atividades na rede. Quanto mais compartilhamentos, encontros e atividades você promover, mais pontos ganhará em seu “passaporte”.

Para se consolidar no mercado brasileiro, a Vegan Nation já está patrocinando times de futebol, masculino e feminino, e também equipes de remo.

Com todos esses acontecimentos, o movimento vegano já é considerado tendência mundial. Segundo a consultoria americana Allied Market Research, o mercado global de substitutos para carne deve saltar de US$ 4,1 bilhões, em 2017, a US$ 7,5 bilhões, em 2025. Só nos Estados Unidos, esse mercado cresceu 23%, ultrapassando US$ 760 milhões em 2018.



Com o crescente aumento de oferta e procura, os produtos veganos tendem a cair de preço, deixando o veganismo ainda mais acessível.

Sempre é bom lembrar que uma dieta vegana Plant Based é muito mais barata do que uma dieta com produtos de origem animal, além de ser muito mais saudável e benéfica para nosso corpo e mente.











Fontes: https://www.greenme.com.br https://www.vista-se.com.brhttps://anda.jusbrasil.com.br https://vegannation.io/

https://www.plantbasednews.org https://www.nexojornal.com.br.

0 visualização

©2018 por Janeiro Natural. Orgulhosamente criado por Ethos Comunicação & Arte com Wix.com